Tao Tien: O retiro que me ajudou a despertar a mulher dentro de mim

Oi meus amores, tudo bom?

No post de hoje e vou contar um pouco sobre o retiro espiritual o qual participei, tenho postado várias fotos dele no insta e o texto tá um pouco extenso então caso você não tenha muita paciência já pula para o final, onde falo como participar da próxima vivência! 🙂

Em uma das minhas viagens internas que tenho feito na minha jornada de autoconhecimento senti uma necessidade extrema de dar aquela fugida de SP.  Sair do stress, ficar mais comigo mesma, processar todas as mudanças que estavam acontecendo aqui dentro da minha alma, enfim. Então, no sábado pré-feriado de Corpus Christi, no começo de junho desse ano, joguei assim no google:

“lugar zen perto de são paulo espiritualidade”.

Juro, essa foi a minha busca. Queria um lugar perto, um lugar que eu não fosse gastar muito, e também um lugar para eu ficar bem quietinha em silêncio refletindo sobre a vida. Logo nos primeiros resultados apareceu um lugar chamado Retiro Tao Tien. Uau, um retiro. Nunca havia ido para um. Esse retiro, especificamente, fica em Extrema-MG e pelas fotos parecia um lugar bem tranquilo e com uma paisagem incrível.

Lembram da minha “extrema necessidade de fugir”? Então. Fui logo achar um lugar em: EXTREMA. Parece até que fo o universo conspirando. Quer dizer, foi o universo conspirando.

Dei aquela risadinha interna pela piada na minha cabeça, e dai cliquei no link. Caí nesse blog aqui que contou um relato muito amável do lugar, e já fiquei tipo: “Ahhh, QUERO IR PRA LÁ”. Entrei no site e vi que no feriado que eu queria ir teria uma programação especial. Uma vivência  chamada “Despertando sua Guerreira Interior”. Já me senti poderosa só de ler esse nome.

“OK UNIVERSO JÁ ENTENDI!”. Todos os sinais se esfregando na minha cara para eu embarcar nessa vivência. Eu nunca tinha ido para um retiro espiritual, muito menos algo focado assim. Mas ccmo tenho buscado cada vez mais me descobrir, isso apareceu exatamente na hora certa. Sincronicidade é isso.

Bom, naquela noite de sábado dormi pensando: “Vou ou não vou? Vou ou não vou?”. Meu ego não me deixava  decidir, o coração já taria lá faz tempo.  Tive um sonho muito doido aquela noite, algo envolvendo uma enchente, não sei o que significou até agora (se tiverem algum palpite comentem aqui embaixo) mas eu acordei como se estivesse sobrevivido a um afogamento e feliz por estar respirando.

Talvez o meu tempo em SP fosse a enchente. Talvez o sufoco de estar me afogando fosse eu ficar presa na cidade. Hoje eu tento interpretar assim mas enfim, assim que abri os olhos naquela manhã meu coração já tinha decido por mim: “Camys, você vai pra esse retiro”.

Entrei em contato com a dona do retiro via e-mail para saber se tinha vaga, já que estava bem em cima já. A Lu, que foi quem me respondeu, disse que sim: haviam vagas. Oba! Já paguei o sinal inicial e agora estava tentando decidir como iria fazer para chegar lá. Até então iria de ônibus, mas Lu criou um grupo no whatsapp para juntar todas as meninas que iam também e agilizar possíveis caronas etc.

estrada para chegar em Tao Tien

Consegui uma carona para lá. Uma das meninas, a Gabi, estava de carro e iria levar eu e mais outra pessoa. Outra Camila. No caminho para a casa dela fiquei imaginando como seriam essas companhias de viagem. Eu não stalkeei ninguém no facebook antes, e o meu ego já imbotiu alguns receios dentro da minha mente: “e se forem aquelas mulheres mais velhas super esotéricas, ou mulheres diferentes de mim, etc etc?”.

Bom, no fim Gabi e Camila eram meninas maravilhosas, da minha idade praticamente, e nossa viagem até Extrema foi incrível. Como é bom conhecer pessoas na mesma vibe e frequência que você. Falamos sobre tudo no caminho, sobre nossos medos, nossa sede de mudança, nossas alegrias, viagens, história de cada uma, tudo mesmo. Já me senti muito bem alí. Elas também haviam encontrado o retiro no google, e cairam no mesmo link que eu rs. (Quem sabe agora as próximas pessoas que forem pra lá não caiam nesse post  procurando, né?)

Enfim chegamos ao Tao Tien. Não sei se vocês acreditam em vibrações energéticas, eu sempre senti muito a energia dos ambientes e pessoas, desde muito nova, mas nunca tinha desenvolvido ou prestado muita atenção nisso, e de um tempo para cá passei a desbloquear mais e mais essa “habilidade”. Assim que pisamos no gramado do retiro eu senti uma vibração maravilhosa. Me senti bem, muito bem. Respirei fundo aquele ar puro e agradeci mentalmente o universo por me levar até ali.

Logo fomos recebidas por vários cachorros lindos e Dani, uma voluntária que trabalha e mora lá, nos acomodou no nosso quarto, que fica dentro da casa de hóspedes.

O retiro tem uma vista espetacular, uma das coisas mais maravilhosas que já presenciei, assim como um um templo para as vivências e meditações (e dentro dele vários altares, de diversas religiões. ou seja: qualquer um pode ir, não é um retiro só para budistas especificamente),  uma cozinha onde são servidas as refeições feitas com muito amor (todas vegetarianas), a casa de hóspedes e as casas de quem mora ali também.

Mustafá, um dos guardiões do Tao Tein

Quem mora em Tao Tien é a mãe, irmã, a família de Natascha (falar deles poderia tornar-se um post sozinho de tão incríveis que são) que é quem iria nos dar a vivência do despertar feminino. Logo que nos acomodamos já me senti muito em casa, muito em família, e tomada por um sentimento de gratidão. Pois é isso: um lugar para você se sentir em casa, afinal é a casa deles.

Assim que conhecemos Natascha já senti uma bondade e admiração muito grande por aquela mulher. A partir daquele momento estavamos confiando os próximos dias em suas mãos. Não tinha expectativa nenhuma sobre como seria essa vivência mas senti que podia confiar nela.

natascha: gratidão por tudo ❤

Conheci as outras meninas que iriam participar da vivência. Todas da minha faixa etária, vindo de energias carregadas, stress, cidades grandes, autoestima lá embaixo, duvidando de si mesmas. Mulheres doentes. Sim, todas ali, inclundo eu, estavam doentes de alguma forma, todas com uma coisa em comum: em busca de se curarem e se melhorarem.

Fomos para o templo e iniciamos os trabalhamos. Não vou especifícar muito tudo o que aconteceu nos dias que se seguiram mas foram dias libertadores. Entre meditações, céu estrelado, nascer e pôr-do-sol fantásticos, Natascha cuidou muito bem de nós, mas mais ainda: nós cuidamos uma das outras todos os dias. 

Teve choro (muito choro, alías), teve riso, teve emoção, sofrimento, sonhos que pareciam viagens astrais, teve de TUDO. Só de escrever esse post eu já me emociono lembrando de tudo. Enfrentamos nossos demônios, gritamos nas pedras, fizemos trilha dentro da mata para nos superarmos, jogamos na fogueira uma lista de tudo aquilo que não queriamos mais, fizemos amuletos de argila, dançamos e despertamos nosso ventre através do tantra, entre muitas outras coisas as quais Natascha nos guiou, a qual ela abriu nossos caminhos para nos enxergarmos. Nossa, foram dias intensos.

Nos esvaziamos de tudo de ruim que estava aqui dentro, para nos enxer de coisas boas.

Hoje posso dizer que tudo mudou depois dessa vivência. Tudo mesmo. Queria em especial agradecer a Natascha, uma  mulher que abriu seu coração e sua alma pra ajudar outras mulheres a se curarem, a se despertarem juntas. Eu achava que sabia o que é sororidade e afeto genuíno até conhece-la, gratidão demais por esses dias aprendendo ao seu lado Nat, você é maravilhosa e eu não tenho nem palavras para dizer o quanto seu trabalho é importante e transforma, juntas somos mais. Quero poder um dia trabalhar ao seu lado ao redor do mundo, na cura de outras mulheres também.

E para quem quiser sentir de verdade tudo o que senti, abra seu coração, sua mente e se prepara porque a Natascha vai dar outra vivência igual a essa em agosto. Anota aí as informações, ou clica aqui para saber mais:

Retiro “Despertando a Guerreira Interior” 
De 18 a 20 de Agosto de 2017
Com Natasha Dechen Sangmo

Um retiro programado para mulheres que desejam despertar a guerreira adormecida , com o propósito de cultivar relações equilibradas, se bastar, compreender, perdoar e acreditar no seu ser como divino.

Focaremos na construção da ponte entre a sua vivência atual e as tradições ancestrais do feminino. O processo envolve uma verdadeira catarse de limpeza e purificação, na qual as mulheres mutuamente se apoiam e cuidam para que todas cheguem juntas ao final da caminhada, independentemente de qualquer religião. Essa experiência vai além das nossas danças, canções, compartilhamentos, batuques e rezas… É um momento de alinhar o seu propósito e levar de volta para casa um ser desperto.

Mulheres de qualquer idade, sejam todas bem-vindas! 
Se tiver um instrumento, traga! 
Se tiver trajes de dança, traga!
Traga seus talismãs, seu coração, seu tempero! 
Somos fortes dando as mãos nessa grande que lhe convido a fazer parte.

Com Natascha 
Onde: Retiro Tao Tien, Extrema (MG). Veja o mapa no site
Quando: chegada 18(sexta feira) , ate 19 hs
Término dia 20 (domingo), às 12:00.
Valor do retiro, com acomodação e todas as refeições inclusas: R$ 400.
Inscrições: retirotaotien@gmail.com

Esse próximo acredito que seja uma versão mais “pocket” por ser dois dias apenas, mas sério: vão! Não dá pra sintetizar em palavras o que senti na minha estadia no Tao Tien a não ser o paz e amor. Muita paz, e muito amor.

minha família de mulheres incríveis

Pode transbordar de ser clichê a frase “paz e amor”, mas foi isso que senti lá. Senti amor vindo de todos os lados, do ar, da comida, das pessoas, lá tem amor em tudo. Lá voltei a ser criança brincando com Shankar, o filho lindo de Natascha, rolamos na grama, ri como não ria a muito tempo, tirei muitas fotos incríveis através do meu olhar, senti amor vindo de pessoas que mal conheço e senti como isso falta no nosso dia-a-dia, como deixamos de distribuir amor, de sermos amáveis, de termos empatia, de desapegarmos do ego e vivermos de forma mais leve, de coexistirmos melhor.

shankar, o filho lindo da Natascha ❤

Eu indico a todo mundo ir para lá, mesmo se não for para uma programação específica, só de ESTAR LÁ já é algo enriquecedor para a alma. Além de aprender muito com todos ali, eles também fazem leitura de aura, iniciação a heiki, workshops de pintura e arte, é realmente um lugar mágico, de uma família de coração e alma puras. Gratidão eterna por tudo. Seguem mais algumas fotos que tirei desse lugar mágico que já sinto muitas saudades e quero voltar, se quiser ver mais é só me seguir lá no insta:

manu, a mãe da natascha, com mustafá que só tem tamanho!

Chorei muito quando voltei pra SP, eu sabia, no fundo do meu coração que ali, no meu apê, naquela vida, naquela loucura, já não era mais o meu lugar, eu já sentia isso mas depois dessa vivência, tive certeza. Mas bom…a continuação dessa história fica para o próximo post! 🙂

Beijos! ❤

Anúncios

5 comentários sobre “Tao Tien: O retiro que me ajudou a despertar a mulher dentro de mim

  1. Patricia disse:

    Lendo o seu post criei coragem e confirmei a minha participação nessa viagem. É importante ter esse tipo de inspiração, quando nosso lado racional acaba colocando em dúvida o que a nossa alma está nos pedindo.

  2. Ana Cláudia Silveira disse:

    Já estive e voltaria ao Tao Tien. Energia boa! Atividades muito profundas ( logo, muito choro mesmo) e muito curativas de auto-conhecimento e interrelações, pois tem muito amor no ar, cuidado nos gestos e proximidade da galera. A comida vegetariana deles é muito gostosa e as geleias caseiras o pãozinho artesanal são delícia. O ambiente, a paisagem e a bicharada é um aconchego a mais para os corações disposto a orar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s